Vício não tem cura

19/07/2013 15:06

Para não recair, a força de vontade e o apoio famílias são essenciais

 

Nádia de Toni  |  nadia.detoni@pioneiro.com

 

Seja para o crack ou qualquer outra droga, não existem tratamentos ou remédios que curem um viciado, explica o psiquiatra Felix Kessler, do Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Médicos até podem receitar antidepressivos ou ansiolíticos, mas são as sessões de fortalecimento espiritual as principais ferramentas para que o usuário reprograme o cérebro e consiga superar a compulsão pela droga. O método de 12 passos, adotado por todas as clínicas de Caxias, foi criado em 1935, nos Estados Unidos, para o tratamento de alcoolismo e acabou estendido a outros tipos de dependências. Na luta contra o vício, o usuário assume o compromisso consigo mesmo de “só por hoje nunca mais” usar drogas.

Os usuários que superam a fissura pela pedra são aqueles que conseguem dar o primeiro passo: percebem que estão muito doentes e têm de se tratar. Quanto mais cedo uma pessoa inicia o tratamento, melhor. É mais fácil recuperar um viciado há três meses que há três anos. Para não recair, a força de vontade e o apoio famílias são essenciais quando o usuário volta para casa.
 

            Fonte.: http://zerohora.clicrbs.com.br/especial/rs/cracknempensar/19,0,2524719,Vicio-nao-tem-cura.html

 

—————

Voltar